Com quase 2 bilhões de usuários, o WhatsApp é o aplicativo de troca de mensagens número 1 no mundo e o preferido pelos brasileiros.

Embora todas as mensagens sejam protegidas por criptografia de ponta a ponta (uma espécie de embaralhamento digital), se o usuário não adotar algumas medidas de segurança, informações pessoais ficam desprotegidas, apresentaremos dicas sobre como proteger a privacidade no WhatsApp, veja:

  1. Número de telefone;
  2. Evitando parecer online ou visto por último;
  3. Restringindo quem pode ver o Status;
  4. Protegendo a galeria de fotos e vídeos;
  5. Protegendo a conta contra a clonagem;

1) Número de telefone

Uma conta no WhatsApp requer uma linha telefônica de celular ativa para o recebimento do código de ativação. Finalizada a configuração no aparelho, toda a troca de mensagens ocorrerá sempre que o celular estiver conectado na internet. Mas o leitor não pode esquecer que, quando o “Whats” é fornecido para desconhecidos, ele estará indiretamente tornando público o seu número de telefone pessoal.

O mesmo vale quando se envia uma mensagem para um destinatário desconhecido: após o recebimento, esse número de telefone poderá ficar salvo na agenda de contatos dele. E, por esse motivo, é recomendável não informar o WhatsApp em redes sociais, sites de vendas de usados e nem participar de grupos anônimos.

2) “Online”?

As informações “vistas por último” e “online” indicam que o contato está com o app aberto ou a última vez que ele esteve usando o WhatsApp. É possível omitir essas informações seguindo os seguintes passos:

  • Abra o WhatsApp e toque na opção “Ajustes“;
  • Toque na opção “Conta” e, depois, em “Privacidade“;
  • Altere a opção “Visto por último” conforme a sua necessidade: é possível restringir para todos, para “meus contatos” ou ninguém;
  • Com o mesmo passo a passo você consegue definir quem pode ver sua foto de perfil e seu Recado (a antiga frase de Status).

3) Quem pode ver o Status?

As atualizações de Status (fotos e vídeos que somem em 24 horas) são visíveis para os contatos salvos na agenda do celular e que também tenham o seu número de telefone salvo.

É possível selecionar quem poderá receber as atualizações, seguindo os seguintes passos:

  • Abra o WhatsApp e toque na opção “Ajustes“;
  • Toque na opção “Conta” e, depois, em “Privacidade“;
  • Altere a opção “Privacidade do status” conforme a sua necessidade, dá para restringir para “Meus contatos“, “Meus contatos exceto… ” (restringir um ou mais contatos) ou “Compartilhar somente com… (especificar um ou mais contatos)”.


4) Proteja fotos e vídeos

Uma das alternativas para evitar “embaraços” ao exibir acidentalmente algum conteúdo armazenado na galeria é fazer uma limpeza periódica e remover os arquivos privados recebidos em mensagens.

O ideal é sempre proteger com senha e criptografar as pastas que armazenam os arquivos recebidos pelo WhatsApp. Entre os aplicativos para esse fim desenvolvidos por terceiros, o mais completo se chama Vault, disponível para Android e iOS.

5) Proteja contra clonagem

A maneira mais segura de proteger uma conta de WhatsApp contra clonagem é habilitar a autenticação em duas etapas.

Em caso de clonagem, siga os seguintes passos:

  • Entre em contato com a operadora de telefonia e solicite a suspensão temporária da linha telefônica. O procedimento é o mesmo quando o celular é perdido – a linha deixa de funcionar em minutos;
  • Vá pessoalmente a uma loja autorizada da empresa de telefonia, apresente os documentos do titular da conta e peça a transferência da linha telefônica para um novo chip – esse procedimento é feito na hora;
  • Mande um e-mail para a conta [email protected] com a seguinte frase: “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta” no corpo do e-mail. Informe o número de telefone no formato internacional +55 xx 9xxxx xxxx.
  • A conta do WhatsApp permanecerá desativada durante 30 dias para que você consiga reativá-la. Após esse prazo ela será apagada definitivamente.
  • Depois que a linha estiver ativa novamente, reinstale o aplicativo do WhatsApp e configure a sua conta. Será necessário informar o código de verificação de duas etapas. Solicite a recuperação do código através de mensagem por SMS. O celular que está com a sua conta ativa não receberá esse código porque a linha telefônica foi desativada.
  • Habilite a autenticação em duas etapas e informe a sua conta de e-mail pessoal para o procedimento de segurança.

Fonte: G1

Gostou do Post?
Deixe-nos um comentário e compartilhe!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui