Relançamento do Galaxy Fold

Exatos sessenta e nove dias depois da data em que o Galaxy Fold estaria iniciando suas vendas, a Samsung anunciou um relançamento do seu primeiro aparelho dobrável.

O relançamento será em Setembro e somente em alguns países, como era o planejado inicialmente. E as datas específicas de vendas serão anunciadas conforme a data de lançamento for se aproximando. Com esse anúncio, a Samsung finalmente quebra seu silêncio com relação ao aparelho que teve sua data de lançamento e produções adiadas após diversas pessoas revisarem o produtos e alegarem quebra da tela, além de diversos bugs.

Melhorias feitas

Nessa novo lançamento do aparelho, a Samsung anunciou que consertou o problema de quebra de tela do aparelho. Outras mudanças foram:

  • Novas “tampas de Proteção” para fortalecer a parte inferior e superior da área da dobradiça, que revelou espaços onde partículas poderiam entrar.
  • Redução do espaço da dobra do corpo do aparelho e da dobradiça.
  • “Reforços” para impedir que detritos passem por baixo da tela.
  • Reforços de metal sob a tela (Infinity Flex Display), para tornar a tela de plástico mais rígida.
  • Uma camada protetora superior que se estende além da moldura, deixando obvio que é “uma parte integrada da tela” e não uma proteção contra poeria que pode ser removida.

Todos nós da Samsung apreciamos o apoio e paciência de todos os fãs do Galaxy ao redor do mundo.

Anunciou a Samsung que também diz estar conduzindo a fase final de testes de controle de qualidade.

Galaxy Fold completamente dobrado.
Samsung Fold dobrado.

Junto com 5G, a próxima geração de tecnologia de rede, design de telefones dobráveis são potencialmente a mudança mais significativa na indústria de smartphones da década.

Em uma época em que as vendas de aparelhos top de linha como os da Apple e da própria Samsung estão estagnadas, um aparelho smart que dobra pode trazer uma mudança radical no mercado. Abrindo novos horizontes para o uso de novos aparelhos semelhante aos tablets que, poderão ser dobrados e guardados no bolso.

O que aconteceu com o Galaxy Fold?

O Galaxy Fold dobra com a ajuda de uma tela de plástico, já que as telas de vidro flexíveis ainda não estão disponíveis. Ao contrário do vidro, o material é relativamente mais macio.

A Samsung reforçou a tela com um adesivo plástico que ficou “maior” que as bordas da tela, fazendo com que algumas pessoas que revisaram o aparelho, tirassem esse adesivo como uma película. Como resultado, a tela dessas pessoas parou de funcionar no mesmo momento.

Além disso, outros “revisores” (ou reviewers) encontraram poeira e sujeira dentro da tela que acabou entrando pelas frestas existentes no aparelho. Outros ainda notaram que, metade da tela começava a piscar e parar de funcionar, tornando o aparelho inutilizável.

Mas nenhum desses problemas foi perigoso ao ponto de ser comparado com um de seus antecessores, o Galaxy Note 7, que teve diversos problemas com a bateria que pegava fogo e muitas vezes explodia.

Galaxy Fold dobrando.

O Galaxy Fold tem um tela de 7.3″ polegadas quando o aparelho está completamente aberto. E quando dobrado, sua tela possui 4.6 polegadas possuindo funções básicas como fazer ligações e ver notificações, mas você pode usar qualquer app.

Possui também um total de 6 câmeras, com o mesmo setup de câmeras do Galaxy S10. O leitor de digitais do aparelho fica do lado direito da tela, e o espaço para dobra é resistente a água assim como outros aparelhos da Samsung.

De acordo com Bloomberg, a Samsung está desenvolvendo mais dois aparelhos dobráveis. Mas não se sabe se a produção destes também foi adiada devido ao problemas do Fold.

Com o relançamento de Setembro se aproximando, todos os olhos estão certamente voltados novamente para a Samsung. Vamos esperar e ver o que será deste aparelho revisado.

Fonte: CNET

Curta nossa página no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor, insira o seu nome aqui